Tecnologia nas Olimpíadas


Logo Londres 2012Como as Olimpíadas estão se aproximando e vão acontecer bem pertinho de mim, achei que seria interessante pesquisar mais a tecnologia envolvida nos jogos Olímpicos de Londres 2012.

Os jogos desse ano serão os mais conectados da história das Olimpíadas. A BT (uma das maiores companhias de comunicação do mundo) preparou uma infraestrutura que vai ser responsável pela transmissão da enorme quantidade de emails, textos, fotografias e chamadas que as esperadas 4 bilhões de pessoas espectadoras dos jogos no mundo enviarão e receberão.

Os jogos de Londres 2012 serão os primeiros jogos Olímpicos a oferecer rede WiFi de graça (com exceção de algumas operadoras) nas sedes de competições.

Nas Olimpíadas de Beijing em 2008, o iPhone era relativamente novo e o iPad não havia nem sido inventado ainda. Hoje no Reino Unido mais de 50% dos celulares são smartphones, portanto, a demanda será muito alta e embora os investimentos tenham sido altos, operadoras de celulares sabem que a qualidade para todos não conseguirá ser garantida.

A Cisco (provedor oficial dos equipamentos de rede dos jogos Olímpicos de 2012) e a BT fizeram parceria para construir a maior rede WiFi de alta densidade do mundo, oferecendo quase mil pontos de acesso.

O serviço será gratuito para algumas operadoras e para outras, a compra do BT Openzone Access Voucher será necessária.  Vale a pena conferir mais detalhes técnicos que constam no artigo da Techworld. Segue o link :

http://features.techworld.com/networking/3368939/bt-delivering-most-connected-olympic-games-ever/

Últimos 5 artigos de Thayani Conaggin

Sobre Thayani Conaggin

De Londres-UK, bacharel em Analise de Sistemas pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas e Técnica em Processamento de Dados pelo Cotuca. Trabalhou na área por aproximadamente 10 anos. Iniciou sua carreira como estagiária no Hospital de Clinicas da Unicamp em 1999 e, desde então, trabalhou com diversas tecnologias, sendo os últimos anos dedicados à programação Java. Devido ao aumento expressivo de empresas internacionais investindo em outsourcing no Brasil, em 2006 resolveu investir na comunicação através do estudo da língua inglesa e devido a isso, trabalhou em projetos para clientes internacionais. Atualmente mora em Londres e após realizar curso de business english assim que chegou no pais, não trabalha por motivos pessoais, porém mantém-se atualizada através de desenvolvimento de websites pessoais. Seus objetivos estão relacionados à área de analise de negócios.

Deixe uma resposta