Educação a Distância 5


EADEntende-se por EaD como Educação a Distância onde professores e alunos estão separados fisicamente e até mesmo temporalmente. Não confunda EaD como Ensino a distância pois o ensino é meramente uma ferramenta pedagógica utilizada dentro de um conceito mais amplo que é a educação.

Muito se discute sobre as vantagens e desvantagens dos cursos EaD e as confrontam com os cursos presenciais afim de demonstrarem diferenças que justifiquem uma menor qualidade desses cursos.

Fato é que a Educação a Distância pode ser encarada como uma nova modalidade de educação que exige quebra de paradigmas para ser amplamente aceita, e como uma nova modalidade de educação esta necessita de alunos e professores com perfis (ou competências) diferentes dos cursos presenciais. É injusto contestar a qualidade de cursos EaD pela simples comparação aos cursos presenciais. Estudos mostram que alunos que estudam a distância não tem rendimento inferior aos que estudam presencialmente, ao contrario, em muitos casos estes possuem rendimento superior.

A separação do professor e aluno faz surgir no Ensino a Distância um novo espaço denominado “Distância Transacional” que determina os níveis de iteração entre professor e aluno. Essa distância pode ser medida independente da distancia física entre as partes e é influenciada por 3 variáveis pedagógicas fundamentais: A interação entre professor e aluno, a autonomia do aluno e a estrutura do curso. Essas três variáveis são fundamentais para o sucesso dos cursos a distâncias.

A tecnologia trouxe um novo cenários para a EaD e possibilitou avanços significativos deste modelo de aprendizagem. Podemos dividir a tecnologia empregada no EaD em 2 grandes grupos, os de tutoria que envolve todas ferramentas de gerenciamento de aprendizagem (LMS Learning Management System) como Moodle por exemplo e os de Autoria que possibilita a criação dos recursos utilizado nos cursos como textos, vídeo, áudio etc.

Vale lembrar que dentro da EaD, tanto professores quanto alunos assumem novos papeis. O professor deixa de ser o “dono do conhecimento” uma vez que todo conteúdo de aprendizagem esta disponível no ambiente virtual e passa a exercer o papel de orientador, gerindo o aprendizado do aluno. Já o aluno precisa ser proativo em seu aprendizado, responsável por adquirir conhecimento, disciplinado para o estudo e se empenhar.

Você acha que esta preparado para a Educação a Distancia?

Fonte:
Notas de Aula da Disciplina:

MATTAR, João. Educação A Distância no Brasil e no Mundo. Departamento de Extensão e Pós-Graduação. Anhanguera Educacional, 2011.

Últimos 5 artigos de Eduardo Costa

Sobre Eduardo Costa

De Campinas-SP, bacharel em Sistema de Informação pela Anhanguera Educacional e pós graduado no curso de MBA em Gestão de Projetos e Metodologia do Ensino Superior. Atualmente trabalha como arquiteto e desenvolvedor Java em empresa de desenvolvimento de software de suporte a tomada de decisão, além de ministrar aulas de Orientação a Objeto, Linguagem Java e XML. Já atuou como líder técnico, coordenador de produto e analista de negócios.

Deixe uma resposta

5 pensamentos em “Educação a Distância

  • Erica Santos Macedo

    Eduardo primeiramente gostaria de parabenizar sua iniciativa de postar informações relacionadas ao ensino a distância. Muitas pessoas antes mesmo de conhecer essa modalidade de ensino criticam ou simplesmente não acreditam no potencial do acadêmico formado no EaD. Sou tutora presencial da Universidade Anhanguera e vejo que o sistema adotado pelas instituições de ensino a distância e com isso confirmo o que o Sr. Fernando Fonte disse logo acima. É necessário que o aluno que optar por um ensino a distância precisa de disciplina, compromisso, criar suas próprias regras e cumpri-las, pois os assuntos abordados e a matéria ministrada pelos professores a distância é o mesmo do ensino presencial. E pra finalizar, vale lembrar que independente da forma de ensino, presencial ou a distância, é necessário compromisso. A aprendizagem depende muito do próprio aluno.

  • Fernando Fonte - Dim

    O grande segredo para quem estuda a distância e ser regrado. Se o aluno conseguir criar regras, definir horários de estudo e ter motivação para avançar sozinho, as chances dele ter um bom proveito da EaD são grandes. Agora para aqueles que nem na sala de aula conseguem avançar bem em uma disciplina, a EaD pode ser bastante frustante.

    • Eduardo Costa Autor do post

      Obrigado pelo comentário Fernando. De fato, a EaD exige novas competências tanto do aluno quando do professor. Por este e outros motivos ao contrário do que muitos pensam o ensino a distância nunca ira substituir o presencial em sua totalidade, sempre haverá publico para os cursos presenciais. O perfil do publico é diferente, não podemos simplesmente obrigar alguém a fazer um curso a distância, este deve ter a opção de escolha. Em alguns casos é impossível haver cursos 100% a distância como é o caso de cursos na área de saúde onde é necessário aulas práticas. Nestes casos os cursos a distância podem ser usado apenas para as aulas teóricas.

  • Marcio

    Ja fiz alguns cursos gratuitos on-line, não gostei muito da abordagem, acho que faltou iteração. De qualquer forma acho que estou preparado sim para um curso deste.

    • Eduardo Costa Autor do post

      Obrigado pelo comentário Marcio. Uma das variáveis para o sucesso de uma EaD é a iteração. É papel do tutor estimular a iteração entre os alunos de EaD uma vez que essa iteração é uma ferramenta que faz parte do aprendizado. Segundo seu depoimente não house esta iteração, o que é prejudicial ao aluno.