Siglas e denominações nas empresas 9


Siglas CorporativasFala gente. De boa?

Esses dias atrás, eu estava lendo um jornal da faculdade e apareceu uma sigla, CEO. Para quem já tem alguma vivência ou conhecimento dessas siglas, já entendi de que se tratava sobre o Diretor Executivo ou Presidente de uma empresa ou instituição, mas me veio à cabeça, será que existem mais siglas referentes a determinados cargos em uma empresa, a não ser os velhos já conhecidos? Mas o que seria cada sigla representada no organograma de uma empresa? Alguém tem alguma ideia do que seria um CFO, CHRO ou um CIO? Ainda pensando?

Para entendermos melhor vamos ver cada sigla e suas funções:

CEO – Chief Executiver Officer (Diretor Executivo, ou Diretor Geral): É o cargo mais alto da empresa. Podendo ser chamado também de principal executivo, presidente, superintendente, diretor geral, entre outros. Geralmente, as pessoas costumam fazer confusão quando a empresa tem os dois, CEO e Presidente. Neste caso, a função do segundo é mais representativa.

CFO – Chief Financial Officer (Diretor Financeiro): Principal executivo de Finanças. É o responsável pela administração dos riscos financeiros de um negócio. Esse executivo é também responsável pelo planejamento financeiro da empresa.

CHRO – Chief Human Resources Officer (Diretor de Recursos Humano): Principal executivo de Recursos Humanos. É quem supervisiona todas as operações de RH e de relações laborais para uma organização. Cargos similares inclui Chefe de Pessoas, Diretor de Pessoal e Vice-Presidente Sênior de RH. Papéis e responsabilidades de um CHRO típicos podem ser classificados da seguinte forma:

1.  Estrategista da força de trabalho.

2. Condutor de desempenho organizacional.

3. Proprietário de entrega de serviços de RH.

4. Regulador de conformidade e governança.

CHROs também podem estar envolvidos na seleção de membro do conselho e orientação, a remuneração dos executivos e planejamento de sucessão.

CIO – Chief Information Officer (Diretor de Tecnologia da Informação): O papel de um CIO em alguns casos tem-se estendido para um Chief Knowledge Officer (CKO), que trabalha também com conhecimento, não apenas com informação. Hoje, os CIO’s devem abrir a caixa preta da TI, participar de reuniões e tomar iniciativas, ou seja, cuidar da estratégia por trás da tecnologia.

CIO – Chief Imagination Officer (Diretor de Imaginação): Apesar da sigla idêntica ao Chief Information Officer, ele é responsável por promover a criatividade entre o pessoal.

CKO – Chief Knowledge Officer (Diretor de Conhecimento) ou CLO – Chief Learnig Officer (Diretor de Aprendizado): é quem administra o capital intelectual da empresa, reúne e gerencia todas as informações da organização.

CCO – Chief Communications Officer: É um cargo para o chefe de comunicações, relações públicas em uma organização. Muitas vezes, o CCO informa o diretor executivo (CEO) de uma entidade corporativa. O CCO é o responsável pela gestão dos riscos e oportunidades de comunicação de uma empresa, tanto internamente quanto externamente.

CMO – Chief Marketing Officer (Diretor de Marketing): A função é um pouco mais complexa do que a Diretoria de Marketing. Em algumas empresas, o CMO acumula ainda a Diretoria Comercial e, em outras, a área de Novos Negócios.

COO – Chief Operating Officer (Chefe Executivo de Operações): É o braço direito do CEO. Enquanto o chefe pensa na estratégia, o COO cuida mais de perto da rotina do negócio.

CRO – Chief Risk Officer (Diretor de Riscos de Operações Financeiras): Além de questões financeiras, o CRO avalia itens como estratégias do negócio, concorrência, legislação e problemas ambientais.

CSO – Chief Security Officer: Profissional que tem a missão de identificar fontes internas e externas de recursos para desenvolver projetos de tecnologia.

CTO – Chief Technology Officer (Diretor de Tecnologia): Geralmente comanda a infra-estrutura da área de Tecnologia. Também planeja e coordena a execução de expansão e manutenção da infra-estrutura de TI de uma organização.

Chairman: O presidente é o maior gestor de um grupo organizado, como um conselho, comitê ou assembléia deliberativa. O titular do escritório é geralmente eleito ou nomeado pelos membros do grupo. O presidente preside as reuniões do grupo conduzindo seus negócios de forma ordenada.

Country Manager: Diretor geral para o país. É o profissional que representa a empresa fora de seu país de origem, respondendo por todas as operações realizadas na filial.

Entrepreneur: Empresário. Um empreendedor que tem a posse de um novo empreendimento de risco, ou uma idéia e é responsável pelos riscos inerentes e os resultados. É uma pessoa que está disposta a lançar um novo empreendimento ou empresa, e aceitar a plena responsabilidade pelo resultado.

Sales manager: Gerente de vendas. Responsável pela formulação de estratégia de vendas através do desenvolvimento de políticas de gestão de conta, das forças de vendas e políticas de compensação, das previsões de vendas, das receitas e planos de vendas, das implementações de estratégia de vendas através de seleção, treinamento, motivação e apoio as forças de vendas, estabelecendo metas de vendas.

Espero que tenha ajudado a todos à entenderem um pouco melhor o que significa cada sigla referente a função exercida, agora quando você estiver lendo alguma publicação, post ou uma notícia e ver qualquer umas delas, não parecerá mais um nome estranho.

T+ gente.

Fonte : Wikipédia

Últimos 5 artigos de Daniel Lima

Sobre Daniel Lima

De Campinas-SP, bacharel em Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas pela Faculdade Anhanguera Educacional. Atua na área desde 1994 passando por vários setores como Montagens, Configuração e Instalação de PCs e Redes e Desenvolvimento de Softwares em Delphi, C# e PHP, Banco de Dados MySql, PostgreSql, Oracle e SQL Server. Atualmente trabalho como Programador Pleno em WebSites dinâmicos em PHP/MySql/Oracle, pela mantenedora da Faculdade Anhanguera S/A, gerenciando e desenvolvendo Módulos para Moodle em EAD.

Deixe uma resposta

9 pensamentos em “Siglas e denominações nas empresas