Falha de segurança do Internet Explorer


Internet Explorer FailOla gente, tudo bom?

Dando uma voltinha pela WWW, me deparei com esse artigo escrito no dia 26/05/2011, e comecei a me perguntar: Será que a nossa amiga Microsoft nunca aprende? Sei que alguns leitores irão achar o que eu escrevo um absurdo, mas é intrigante que toda vez que eles lançam um produto, sempre vem acompanhado com uma atualização de segurança, muitos adoram o IE, outros o Chrome, eu prefiro o Firefox.

Mas voltando ao artigo, essa falha existe em todos os navegadores IE testados, inclusive o IE9 lançado recentemente, permitindo o roubo de senhas através de um “Sequestro de Cookies” assim definido pelo pesquisador italiano Rosario Valotta. Para isso, o hacker deve persuadir o usuário a arrastar um objeto pela tela, facilitando assim a captura dos Cookies através dessa falha.

Segundo Jerry Bryant porta voz da Microsoft, para esse hacker obter sucesso é necessário que o usuário acesse um site suspeito, mas mesmo assim a falha existe.

Para aqueles que utilizam os navegadores IE, ou até mesmo outros navegadores, vai aqui uma pequena dica: Quando receber um e-mail, mensagem ou até mesmo aquele post que te enviam, verifique-o antes de acessar, passe o mouse em cima do link e veja o endereço ao qual está sendo direcionado. Se for um endereço suspeito, nem acesse. Isso serve para tudo que está na internet. Sempre faça uma verificação antes de sair clicando em tudo.

Fonte: Olhar Digital

Últimos 5 artigos de Daniel Lima

Sobre Daniel Lima

De Campinas-SP, bacharel em Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas pela Faculdade Anhanguera Educacional. Atua na área desde 1994 passando por vários setores como Montagens, Configuração e Instalação de PCs e Redes e Desenvolvimento de Softwares em Delphi, C# e PHP, Banco de Dados MySql, PostgreSql, Oracle e SQL Server. Atualmente trabalho como Programador Pleno em WebSites dinâmicos em PHP/MySql/Oracle, pela mantenedora da Faculdade Anhanguera S/A, gerenciando e desenvolvendo Módulos para Moodle em EAD.

Deixe uma resposta