Sua empresa se preocupa com você? 3


48 Abaixo os exploradores de mão de obra barata sangues sugas comedores de carniça. Talvez este seja o grito de guerra de muitos em seu ambiente de trabalho, não é mesmo? Pois bem, as empresas de uma forma geral deveriam ter como uma de suas prioridades o bem estar de seu funcionário, pois são eles os responsáveis pelo bom atendimento, qualidade do produto, produtividade etc.

Há um dizer que fala: Não existe empresa 100% com profissional 50%.

Graças aos modelos modernos de gestão empresarial e gestão de pessoas, algumas empresas tem percebido o potencial e a importância de seus profissionais para o sucesso, e tomado decisões importante a respeito de forma a aumentar a produtividade e consequentemente seus lucros. Neste quesito a Google é pioneira, mas independente do tamanho, qualquer empresa pode agir de forma semelhante. Abaixo segue o comunicado de uma empresa a seus funcionários que por decisão própria teve a seguinte iniciativa:

Prezados Profissionais,
Com o objetivo de melhorar a qualidade de vida, especialmente no que diz respeito à saúde e ao tempo de lazer, comunicamos que a Jornada de Trabalho diária de 8 horas e 48 minutos, com (1) uma hora de intervalo para refeição e descanso, em total de 44 horas semanais e 220 horas mensais será alterada, para:

  • Jornada de Trabalho, diária de (8) oito horas, com (1) uma hora de intervalo para refeição e descanso, em total de 40 horas semanais e 200 horas mensais.

Com a nova jornada de trabalho, o empregado fará 40 horas semanais e 200 mensais, sob pena de, se exceder a jornada legal, fará jus ao recebimento de adicional de horas extraordinárias, nos termos da legislação trabalhista vigente.  A alteração da jornada de trabalho não sofrerá nenhum prejuízo ao empregado, direta ou indiretamente, não só pecuniários, mas de qualquer natureza (como benefícios, férias, e etc.) anteriormente garantidos.

É ou não uma quebra de paradigma ? Deixe seu comentário.

Últimos 5 artigos de Eduardo Costa

Sobre Eduardo Costa

De Campinas-SP, bacharel em Sistema de Informação pela Anhanguera Educacional e pós graduado no curso de MBA em Gestão de Projetos e Metodologia do Ensino Superior. Atualmente trabalha como arquiteto e desenvolvedor Java em empresa de desenvolvimento de software de suporte a tomada de decisão, além de ministrar aulas de Orientação a Objeto, Linguagem Java e XML. Já atuou como líder técnico, coordenador de produto e analista de negócios.

Deixe uma resposta

3 pensamentos em “Sua empresa se preocupa com você?

  • Denise Ferreira - Dimensão Tech

    Espero que esta seja uma tendência de mercado.
    As empresas têm de descobrir que pequenas mudanças na rotina, podem mudar o comportamento do funcionário.
    Oferecer facilidades também pode ser uma saída.

    Um exemplo legal é a Natura, que oferece berçário para que as mães possam trabalhar tranquilamente, e não sejam necessárias ausências para cuidar dos filhos.

  • Fernando Fonte - Dim

    Quebra de paradigma? Isso ai é um sonho, ainda distante da maioria das empresas brasileiras, que imaginam que a produtividade está ligada ao controle autoritário e com mão de ferro. As vezes, pequenas mudanças deixam os profissionais mais felizes e consequentemente, produzindo mais.