Currículo – Leia a vaga anunciada com atenção 10


CurriculoOlá a todos!

Depois de um longo e tenebroso inverno sem posts, eu volto para uma série especial para quem está procurando emprego!

Quero falar um pouco de algumas coisas que aprendi nos últimos meses sobre elaboração e seleção de currículos.

Posso dizer que tenho pena dos profissionais de RH que precisam selecionar, analisar e entrar em contato com candidatos todos os dias, com base apenas em seus currículos.

Normalmente quando uma vaga é anunciada, uma avalanche de currículos começam a chegar minutos depois, e é preciso descobrir quem são os candidatos que se enquadram no perfil tão depressa quanto. Com isso, muitos são descartados já na primeira olhada.

Injusto? Como a vida, meus caros.

A partir da experiência que venho tendo, quero dar algumas dicas sobre como acertar em cheio quando enviar o seu currículo para uma vaga.

Nada especializado, pois sou só uma intrometida nessa área.

Leia a vaga anunciada com atenção!

Ok, parece um conselho estúpido, mas não é!

Este é o principal conselho que eu posso te dar, e os futuros posts desta série estão totalmente ligados a ele.

Ler, entender e atender ao que se pede na vaga é o que vai fazer a diferença entre um currículo considerado e um imediatamente descartado.

Primeiramente, sobre qualificação e perfil, vou exemplificar com duas situações.

  • Situação 1:

Você recebeu uma vaga perfeita para você, o seu número, com tudo que você precisa para ser feliz, mas lá no final diz que é imprescindível inglês fluente. O seu inglês é intermediário, dá pra enrolar e fazer mímica.

Não mande seu currículo!

Se a vaga está pedindo inglês fluente, é porque é realmente necessário, você deverá passar por testes de escrita, leitura e conversação.

Um funcionário bilíngue é mais caro que um funcionário que tem um embromation, então não vão contratar para ficar de enfeite, só pra dizer: “Olha só, eu tenho um funcionário que fala inglês, mesmo que minha empresa só tenha negócios nacionais”.

  • Situação 2:

Você viu uma vaga para uma empresa que sempre quis trabalhar, mas para uma área totalmente diferente da sua.

Você aproveita que descobriu o endereço de e-mail do RH e envia seu currículo, contando sobre o seu sonho de infância de trabalhar na tal empresa.

Sabe o que vai acontecer?

Seu currículo vai ser deletado. Se quem recebeu tiver um bom coração e se emocionar com sua história tocante, pode até salvá-lo em uma base de dados, onde ele ficará no limbo por tempo indeterminado.

O mesmo vale, se a vaga pede faculdade, pós-graduação, certificações, experiência, disponibilidade para viagens, etc.

Não se candidate para uma vaga para a qual não está disposto, nem apto a aceitar.

O próximo post será sobre Pretensão Salarial, até lá!

Últimos 5 artigos de Denise Ferreira

Sobre Denise Ferreira

De Campinas-SP, Tecnóloga em Análise de Sistemas pela Anhanguera Educacional Atua como Gerente de Contas em Consultoria na área de Soluções e Serviços em TI, na gestão operacional de uma das unidades de negócio. Experiência em suporte, documentação de padronização de processos e projetos de inclusão digital. Tem interesses em Gestão de Pessoas, Tecnologias Web, Fotografia Digital, Design e Gadgets.

Deixe uma resposta

10 pensamentos em “Currículo – Leia a vaga anunciada com atenção

  • Diogo

    Eu realmente acredito que existem muitas pessoas sem a mínima noção do que fazem quando o assunto é procurar emprego. Criar um bom currículo então, tarefa dificílima!

    Porém, será que as empresas também não pecam quando o assunto é encontrar o profissional ideal – veja bem, não disse perfeito – para determinada vaga ?

    O que eu já tive a oportunidade de ver foram várias empresas sempre exigindo o máximo, com 10 itens desejados que não se enquadram na vaga a ser preenchida, o que força as pessoas a "tentarem" uma chance de qualquer forma.

    Será que se as empresas fossem coesas ao divulgarem suas vagas esse problema não viria a diminuir ?

    Isso com certeza é um assunto bem delicado, que pude ver sendo abordado de forma bem suscinta e fluida no post.

    Congrats!

    • Denise Ferreira - Di

      Claro que as empresas também pecam!

      E isso depende da cultura de cada uma. E também da "vontade" de ter o melhor profissional pelo menor preço.

      Enchem de firula uma coisa que devia ser objetiva.

      Tento ser direta quando anuncio minhas vagas!

  • Denise Ferreira - Di

    Meu objetivo com esses artigos é tentar ajudar as pessoas a melhorar seus currículos e se fazer notar na hora de enviar.

    Não quis entrar no mérito de como está o mercado hoje em dia, principalmente na área de TI em relação a valorização de profissionais e padrões de salários.

    Mas acho totalmente válida a discussão. Principalmente por que esta bandeira tem que ser levantada por alguém, e tem que partir dos profissionais, por que as empresas não têm interesse algum nisso.

  • Jose

    Interessante Denise… no entanto as empresas de software tem tratado o profissional de TI como um profissional de prateleira desconsiderando suas potencialidades e competências. O que elas querem é o melhor profissional pelo menor custo, e não venha me dizer que isso não é verdade ou casos isolados. Basta "LER AS VAGAS ANUNCIADAS COM ATENÇÃO", procuram-se ESTAGIÁRIOS COM EXPERIÊNCIA E INGLÊS FLUENTE para ganhar míseros 1.400 reais. Oras já é algo contraditório estagiário com experiência mas com inglês fluente… e para ganhar esmola?!

    Já vi vagas pedindo estagiário para trabalhar remoto! onde já se viu.. estágio remoto se o objetivo do estágio é aprender!? Ou estou errado?

    • Denise Ferreira - Di

      Infelizmente é assim que a maioria das empresas pensa.

      Menor preço.

      Que eu saiba só instituições filantrópicas não tem o lucro como objetivo. E olhe lá.

      Você tem toda razão em ficar indignado.

      Há alguns dias ouvi um absurdo de um alto executivo: "Temos que inovar, quebrar paradigmas, fazer programas de estágios não remunerados (inicialmente), e depois só iniciar e aumentar os salários de acordo com o desempenho do estagiário."

      Ninguém paga faculdade, fazendo estágio de graça.

  • Marco Antonio

    muito legal essa matéria querida Mestrinha!

    as vezes, em cima de uma dica dessas, o pessoa se ajeita e cuida até de uma familia a vida toda.

    vc é assim…sempre pensando nos outros, por isso, tenho certeza que será sempre amparada e ainda bem sucedida!