Cuidado ao comprar nas Lojas Americanas 9


lasa_shopping_dom_pedro02 procon_SMAJ
Venho através deste externar a indignação de um cliente antigo que sempre contou com a costumeira prontidão e competência, peculiares das Americanas. Não entendo como uma loja líder em vendas no varejo de eletrônicos pode colocar em cheque o compromisso da marca "satisfação dos nossos clientes" através de decisões unilaterais ou despóticas.

Após compra de um playstation 3 na loja Americanas S/A da avenida Guilherme Campos, 500, loja 179/180 – Santa Genebra, Campinas/SP – Shopping Dom Pedro – CNPJ: 33.014.556/0210-02, percebi que o mesmo encontrava um sério defeito, ao inserir um disco não reconhecia o mesmo, nem ejetava. Fato é, que o console apresentava características claras de já ter sido utilizado anteriormente, contando inclusive com um usuário cadastrado.

Retornando à loja para troca (dentro do prazo de 7 dias estipulado pelo Código de defesa do consumidor) a supresa negativa foi constatada, mesmo após certificação do defeito a mercadoria não poderia ser trocada e com total descaso ou falta de treinamento a gerente comercial disse para que me virasse e procurasse o fornecedor e que só faria troca mediante notificação do PROCON.

Como detalhe, a mesma loja não possui sequer um telefone para contato.
Absurdo inclassificável!!

Quebrada a confiança de um cliente na marca!
Espero sinceramente que tenha sido um fato isolado e que outros não passem por situações constrangedoras ou irreparávies.

Próximo passo, protocolar uma reclamação formal no PROCON da cidade.

Reclamação ja protocolada no site Reclameaqui.com (clique aqui)

(O episódio acima relatado esta sendo vivenciado por uma amigo, e acho de estrema importância alertar outros consumidores a respeito. Não temos duvidas que a Loja Americanas sendo a empresa renomada tratara o assunto com a devida importância. Acompanharei o caso e irei postar aqui os resultados)

Últimos 5 artigos de Eduardo Costa

Sobre Eduardo Costa

De Campinas-SP, bacharel em Sistema de Informação pela Anhanguera Educacional e pós graduado no curso de MBA em Gestão de Projetos e Metodologia do Ensino Superior. Atualmente trabalha como arquiteto e desenvolvedor Java em empresa de desenvolvimento de software de suporte a tomada de decisão, além de ministrar aulas de Orientação a Objeto, Linguagem Java e XML. Já atuou como líder técnico, coordenador de produto e analista de negócios.

Deixe uma resposta para Eduardo Costa - Dime Cancelar resposta

9 pensamentos em “Cuidado ao comprar nas Lojas Americanas

  • Robson Machado

    O mesmo ocorreu comigo na compra de um celular da marca SAMSUNG que simplesmente não funciona…

    Mesma também foi a resposta do gerente de loja…

    Fui ao Procon e continuo aguardando solução para o problema…

    Nunca mais comprarei nesta loja.

  • Carlos

    Comentario- Eu acho que amaioria dessas pessoas que fica reclamando, na procon ,sobre seus direitos.
    São pessoas que gosta de tirar um proveito da situação.
    Eu como consumidor eu ja vi ,na propia lojas americana do shopping Dão Pedro. certas pessoas trocar a etiqueta do produto por outro tres vezes mais barato.
    E esta pessóa fez um barrago danado. Eu acho que uma pessoa dessa nunca cai pra frente,ao contrario so anda pra trás, deve rer uma pessoa baixa ,e sem moral. porque não vai arrumar um serviço,e trabalhar para fazer uma compra honesta. E não com fralcatua. so devem ser uma pessoa muito baixa. Tirando proveito das costa de quem esta trabalhando honestamente, eu acho que uma pessoa dessa deveria sair da loja algemado, isto e um roubo. Agradeço meu espaço em defesa dos trabalhadores.

    • Fernando Fonte - Dim

      Quer dizer que se você comprar um produto, e o mesmo não corresponder ao que lhe é devido tanto quanto a questão do funcionamento, quanto a questão da qualidade, você caro Carlos, não irá reclamar os seus direitos?

      Você é o consumidor, pagou por aquilo, foi lesado e ainda assim acha que se reclamar no Procon é tirar proveito da situação?

      Sinceramente, lamento por você pensar assim. Tomara que pessoas com este pensamento sejam a minoria porque se não, continuaremos a ter serviços e produtos de péssima qualidade.

    • Eduardo Costa - Dime

      Caro Carlos, você esta confundindo as situações, uma coisa não tem nada a ver com a outra. você diz:

      "Eu acho que a maioria dessas pessoas que fica reclamando, na procon ,sobre seus direitos. São pessoas que gosta de tirar um proveito da situação."

      Se reclamar seus direitos é tirar proveito da situação, é por causa dessa "pessoas que tiram proveito da situação" que temos um código de defesa do consumidor para nos proteger das falcatruas do comércio.

      Você diz:

      "Eu como consumidor eu já vi ,na própria lojas americana do shopping Dom Pedro. certas pessoas trocar a etiqueta do produto por outro três vezes mais barato."

      Isso não é tirar proveito dos direitos do consumidor, é ROUBO.

  • Eduardo Costa - Dime

    PREZADO CONSUMIDOR: PELO CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR, A RECLAMADA SÓ SE OBRIGARIA A TROCA SE OFERTAR, NA ETIQUETA DO PRODUTO OU EM NOTA FISCAL, A TROCA DO PRODUTO EM ATÉ 3 OU 7 DIAS. CASO NÃO TENHA REALIZADO TAL OFERTA É DIREITO DO FABRICANTE E DO COMERCIANTE O REPARO DO PRODUTO (ART. 30 PAR. 1º DO CDC). SOMENTE ESGOTADO O PRAZO DE 30 DIAS, QUE O FORNECEDOR TEM DIREITO PARA CONSERTAR, É QUE O CONSUMIDOR PASSA A TER DIREITO A SUBSTITUIÇÃO DO PRODUTO POR OUTRO DA MESMA NATUREZA, A RESTITUIÇÃO DA IMPORTÂNCIA PAGA OU AINDA O ABATIMENTO PROPORCIONAL DO PREÇO (ART. 35 DO CDC). ESPERAMOS TÊ-LO AJUDADO. ATENCIOSAMENTE, PROCON CAMPINAS.

    Em resumo: Você compra um produto já com defeito e tem que mandar direto para a assistência técnica.

    • Eduardo Costa - Dime

      Mais um agravante sobre o caso, o produto :

      Obrigado pela resposta. Entretanto fica uma dúvida: o sistema já foi recebido pelo cliente com um usuário cadastrado, o que prova já ter sido utilizado anteriormente, não sendo portanto, um produto novo. Inclusive com sinais de queda ou acidente do gênero.

      Neste caso não teria direito a troca imediata?

      • Eduardo Costa - Dime

        RESPOSTA DO PROCON:

        No caso o código de defesa do consumidor, não faz uma distinção entre produto novo e ou usado.

        Ele aplica a mesma diretiva para ambos os casos, tanto novo ou usado o produto.

        No caso de trocas somente após o prazo concedido de manutenção, ou quando ofertado em nota o período de troca.

        Mas no caso do senhor se foi oferecido um produto novo e pagou como novo, e no entando o mesmo é usado, ai cai em outro dispositivo ou seja um descumprimento de oferta. Nisto pode ser feito um questionamento pedindo o cumprimento da oferta ou seja um produto novo, ou restituição de parte do valor pago devido ao uso do produto.

        • Eduardo Costa - Dime

          Após Notificado pelo Procon a Loja Americanas fez a troca da mercadoria. Vale ressaltar que a troca só foi possível pois o console comprado apresentou claras evidências de ja ter sido utilizado, não se tratando assim de um produto NOVO e sim UM PRODUTO USADO!