Aperta o cerco contra a pirataria


Bandeira Pirata

Primeiro foi o The Pirate Bay, agora foi a vez do Mininova sucumbir aos poderes das gravadoras.

A BREIN, associação antipirataria holandesa, conseguiu uma vitória nos tribunais locais impedindo o Mininova de indexar torrents referentes a milhares de títulos de gravadoras e produtoras protegidas pelo grupo. Um dos fundadores do site, Erik Dubbelboer, disse que seria tecnicamente impossível acatar a decisão judicial e com isso, o Mininova apagou todos os torrents ilegais que indexava.

Hoje, por volta das 13:30hs de Brasília, o site possuía somente uma pequena quantidade de torrents disponíveis, conforme a imagem abaixo:

Mininova em 26-11-09 as 13:30hs

Conforme um comunicado no blog do site, as atividades do portal, agora, estão limitadas a distribuição de conteúdo, permitindo que apenas produtores e artistas possam publicar suas obras gratuitamente pela plataforma.

O The Pirate Bay já foi, agora o Mininova. Qual será o próximo a ser derrubado pelas gravadoras e suas associações antipirataria?

Fonte: Info

Últimos 5 artigos de Fernando Fonte

Sobre Fernando Fonte

De Campinas-SP, bacharel em Ciência da Computação. Atua como Analista Programador em uma empresa de tecnologia. Tem experiência no desenvolvendo de softwares para comunicação e controle de hadware via porta serial e sistemas ERP. Possui conhecimento em sistemas operacionais Windows, programação Delphi e Visual Basic 6 e Banco de Dados SQL Server e MySQL. Atualmente estuda C# e Android. Tem interesse em Jogos, Celulares, Smartphones, Notebooks e tudo que for relacionado a tecnologia. Fundador deste site e editor chefe, convidou amigos para lhe ajudar com este projeto.

Deixe uma resposta