É duro ser Geek no Brasil 2


images

Ser Geek no Brasil não é fácil. A cada semana, acompanhamos nos sites de tecnologia, lançamentos de deixar qualquer um que goste de gadgets de boca aberta. O problema está quando esses equipamentos chegam ao Brasil, isto é, quando chegam. Nossa carga tributária abusiva e a ganância dos importadores fazem com que os preços fiquem impraticáveis no território nacional. Podemos citar como exemplo os videogames. Aqui no Brasil, estes brinquedos são taxados na mesma faixa de impostos dos equipamentos de jogos de azar, como video poker. Ultimamente, o mercado de diversão eletrônica no mundo já superou em faturamento o cinema, mas mesmo assim o Brasil fecha suas portas com estas medidas para empresas deste seguimento que queiram investir aqui.

Lá fora, smartphones cada vez mais completos são vendidos por U$ 199,00, com plano de voz e dados ilimitados por U$ 29,00 mensais. Aqui, um aparelho similar não fica por menos de R$ 1.500,00 com conta de R$ 250,00 mensais. Notebook, celulares, netbooks, placas gráficas, processadores modernos, mangás, e até bonecos de StarWars, tudo sobe e muito em terras tupiniquins.

Se você é um Geek, e brasileiro, sofre! Ou gasta quase todo seu salário nessas belezinhas, ou fica só na vontade, esperando o preço destes equipamentos caírem. Quando caem, é porque estão obsoletos e já tem coisa muito melhor por ai. Praticamente um loop infinito de sofrimento.

Que tipo de Geek você é?

geek1

Últimos 5 artigos de Fernando Fonte

Sobre Fernando Fonte

De Campinas-SP, bacharel em Ciência da Computação. Atua como Analista Programador em uma empresa de tecnologia. Tem experiência no desenvolvendo de softwares para comunicação e controle de hadware via porta serial e sistemas ERP. Possui conhecimento em sistemas operacionais Windows, programação Delphi e Visual Basic 6 e Banco de Dados SQL Server e MySQL. Atualmente estuda C# e Android. Tem interesse em Jogos, Celulares, Smartphones, Notebooks e tudo que for relacionado a tecnologia. Fundador deste site e editor chefe, convidou amigos para lhe ajudar com este projeto.

Deixe uma resposta

2 pensamentos em “É duro ser Geek no Brasil

  • GRZ

    Sem contar que aqui existe cooperação e não concorrência. Já perceberam que as "Quatro" operadoras móveis nacionais cobram o mesmo pelo 3G? 119,90! masss todo país teve ou terá seu processo de desenvolvimento (venezuela também?) e nós ainda estamos nesse estágio. A banda larga vai melhorar, os preços vão cair, a tecnologia ira se massificar (assim como os pcs estão agora), nossos salários irão aumentar e não haverá mais guerras no mundo :]