Uma visão geral sobre projetos 2


Projetos

Segundo Valeriano, projeto “é todo empreendimento temporário realizado para criar um produto singular”.

Produto singular significa produto único, específico. Mesmo que já tenhamos desenvolvido um projeto semelhante no passado, este novo produto ou serviço possui características próprias que o deixa singular.

Quando dizemos que um projeto é temporário, podemos entender que ele tem início, meio e fim, ou seja, deve-se ter uma data de início e de encerramento. E nesse ponto é muito importante diferenciarmos projeto de processos. Processo é algo que se inicia e que terá continuidade as suas operações. Por exemplo, uma linha de produção é um processo, onde possui entradas, processamentos/atividades e saídas. Mesmo que o resultado final seja alcançado, o processo ainda continua. Mesmo que essa linha de produção tenha sido planejada dentro da perspectiva de projetos, quando a linha de produção entrou em operação, o projeto foi encerrado e deu-se início ao processo.

Com a grande concorrência de mercado, atualmente a área de projetos está ganhando mais espaço nas organizações, pois esta área precisa estar atenta com prazos, custos, qualidade e escopo. Muitas organizações já estão orientadas para projetos. Empresas de desenvolvimento de softwares, construção civil, organizações do 3º setor, entre outras, trabalham fortemente com administração de projetos.

Diante de prazos, custos, qualidade e escopo, surge um profissional que está sendo muito requisitado pelas organizações. É o gerente de projetos. Ele é um profissional que além de gerenciar projetos, precisa coordenar e liderar pessoas, desenvolver planos de projetos, cumprir o que foi prometido ao cliente, gerenciar os custos do projetos, cuidar para que se entregue o produto dentro do prazo estabelecido, ter atenção aos riscos e contratos firmados com clientes e fornecedores, fazer com que toda a sua equipe se comunique muito bem e que o trabalho seja feito com muita qualidade. Ele também terá que se relacionar com seus superiores e os financiadores de seu projeto para transmitir como está o andamento e o controle do mesmo.

No próximo artigo abordaremos mais tópicos sobre projetos.

Bibliografia
Valeriano, Dalton. Moderno Gerenciamento de Projetos. 1ª Ed. São Paulo, Pearson Prentice Hall, 2007.
PMBOK Guide 3ª Edição.

Últimos 5 artigos de Marcelo Castilho

Deixe uma resposta

2 pensamentos em “Uma visão geral sobre projetos

  • Eduardo Costa - Dime

    Muito bom Castilho, esclareceu o assunto de forma bem objetiva.
    Já viu aqueles projetos que não tem fim… ?! Tudo começa com um belo projeto com inicio e fim, as datas vão estourando, o cliente modifica o escopo por diversas vezes, e então: Aquele projeto acaba se transformando em processo pois o ciclo Desenvolvimento->Visita->Implantação de versão nunca acaba e o projeto não tem fim.

    Neste caso acho que o mais coerente seria parar, reavaliar e reescrever todo escopo do projeto e fazer um verdadeiro replanejamento para que ambos os lados possam ganhar.

  • Luis Henrique

    Boa dia Marcelo, é muito bom ver seu crescimento e madurecimento profissional, tive o previlegio de acompanhar sua evolução e não tenho duvidas que este é só o começo.

    Parabens meu amigo, que DEUS lhe de forças para continuar trilhando em busca do sucesso.

    Bom, cabe a mim aproveitar e continuar a ler seus belos artigos que de certa forma colaboram para o meu crescimento tambem.

    Abraços Sr, até…