PMI x ABGP – Parte 2 7


INSTITUTOS DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS NO BRASIL
PMI x ABGP

No início do mês escrevi a primeira parte deste artigo, falando sobre os Institutos de Gerenciamento de Projetos no Brasil e as principais diferenças entre eles.

Se você não leu, leia agora clicando aqui.

Vamos continuar agora com a segunda parte do artigo falando sobre as certificações dos Institutos de Gerenciamento de Projetos.

CERTIFICAÇÃO

O PMI oferece 3 tipos de certificação:

  • PMP – Project Management Professional
  • CAPM – Certified Associate in Project Management
  • PgMP – Program Management Professional

A certificação PMP é a mais conhecida e respeitada mundialmente, e é reconhecida pela ISO 9001. Para obter esta certificação é necessário concordar e aderir ao Código de Conduta Profissional disponível no site do PMI e preencher alguns requisitos de educação e experiência:

CATEGORIA I

  • 4.500 horas e 36 meses de experiência nos últimos 6 anos
  • ensino superior completo

CATEGORIA II

  • 7.500 horas e 60 meses de experiência nos últimos 8 anos
  • ensino médio completo

A certificação CAPM é destinada para membros de equipe e gerentes de projetos. É um excelente instrumento para alavancagem da carreira. Os seguintes requisitos devem ser preenchidos para se obter essa certificação:

  • pelo menos ensino médio completo
  • experiência mínima de 1.500 horas como membro de equipe de projetos

OU

  • mínimo de 23 horas em treinamento formal em gerenciamento de projetos

A certificação PgMP é destinada para profissionais que gerenciam múltiplos projetos e que garantem o sucesso de um programa. Alguns requisitos devem ser preenchidos para se obter esta certificação:

  • 6.000 horas em gerenciamento de projetos

E

  • 4.000 horas em gerenciamento de programa

Há diversas entidades (inclusive o próprio PMI) que oferecem cursos preparatórios para se obter essas certificações. São certificações muito valorizadas internacionalmente e que de posse de uma delas, o mercado abrirá as portas para uma carreira brilhante e de sucesso.

A certificação ABGP/IPMA procura avaliar as competências dos profissionais de gerenciamento de projetos com base em:

  • conhecimento
  • experiência
  • atitudes pessoais

Estes profissionais podem ser certificados em 4 níveis:

  • IPMA Level A (Diretor de Projetos Certificado): capaz de coordenar todos os projetos de uma empresa ou programa;
  • IPMA Level B (Gerente de Projetos Sênior Certificado): capaz de gerenciar projetos complexos de maneira autônoma;
  • IPMA Level C (Gerente de Projetos Certificado): capaz de gerenciar projetos não complexos. Apóia gerentes de projetos seniores.
  • IPMA Level D (Associado em Gerenciamento de Projetos Certificado): Atua como especialista de um determinado campo, pois possui conhecimento técnico sobre elementos e aspectos de gerenciamento de projetos.

A figura 2 ilustra os 4 níveis e suas competências, processos de certificação e validade das mesmas.

clip_image002

Figura 2 – Competências profissionais exigidas em cada nível da certificação

Para participar do exame de certificação o profissional em projetos deve estudar o RBC (Referencial Brasileiro de Competências), onde contém todo o conhecimento técnico para cada nível.

CONCLUSÃO

Os profissionais em gerenciamento de projetos, de acordo com seus interesses, devem escolher e avaliar quais as vantagens e desvantagens de se obter a certificação do PMI ou da ABGP. Porém, observando o mercado de trabalho, há escassez de profissionais capazes de gerenciar projetos e liderar equipes vencedoras, e exigem que estes profissionais sejam certificados, comprovando suas capacidades teóricas e intelectuais, somadas à experiência profissional.

Porém, independente de qual certificação a ser escolhida, ela sempre será um fator de diferenciação do profissional em gerenciamento de projetos.

Referências Bibliográficas

Project Management Institute, Inc, Um Guia do Conjunto de Conhecimentos em Gerenciamento de Projetos, Terceira Edição (Guia PMBOK), Project Management Institute, Inc, 2004.

www.pmisp.org.br
www.abgp.org.br
www.ipma.co.uk

Últimos 5 artigos de Marcelo Castilho

Deixe uma resposta

7 pensamentos em “PMI x ABGP – Parte 2

  • zé sobrinho

    excelente informação.

    não seria ensino superior completo para a CATEGORIA II
    7.500 horas e 60 meses de experiência nos últimos 8 anos
    ensino médio completo?

    me ocorreu que, e para certificação PrinceII e Fel existe oportunidade para ensino médio?
    Penso na obrigatoriedade de ensinar GP no ensino médio e técnico.

  • Secretaria ABGP

    Prezados,

    Obrigado pelo artigo.

    Paulo Rogers nós informou sobre este blog, e sobre algumas informações erradas nele.

    A certitifação Nível D da IPMA tem como público-alvo aqueles gerentes de projetos que não podem demonstrar 3 anos de experiência na área. Eles não são necessariamente especialistas num campo.

    Esta certificação confirma que o profissional possui o conhecimento e fala a “mesma língua” que os outros membros mais experientes da equipe.

    A base de conhecimento é o ICBv3, que pode ser baixado do site http://www.ipma.ch gratuitamente.

    A versão em português está sendo atualmente traduzida pela ABGP.

    Atenciosamente,

    Estuardo Calderón
    Secretaria ABGP

    • Marcelo Castilho - Dimensão Tech

      Obrigado, Rogers!!!

      Acredito que essas informações enriquecem nosso conteúdo e as dúvidas que possuímos sobre o IPMA.

      Abraços,

      Marcelo Castilho