O Poder das Certificações em TI 4


CertificadoEu comecei minha carreira profissional como serralheiro. Na verdade meu pai era serralheiro; por sinal o melhor que já conheci. Não porque era meu pai, mas porque era bom mesmo. Acho que o grande diferencial dele era ser empreendedor. Uma coisa muito interessante era que a carteira de clientes ia junto com ele onde o mesmo estivesse trabalhando. Daí, então, o óbvio, ele acabou por ter seu próprio negócio.

O fato é que ter um diferencial muitas vezes é um dom, mas outras é passível de ser trabalhado. Sexta-feira passada, por exemplo, após desenvolver uma palestra de ITIL (melhores práticas em gestão de suporte e serviços de TI) na faculdade para os alunos do 1 ano, um rapaz procurou-me ao final do evento e disse: “o Sr. realmente acredita que a certificação faz diferença num processo de seleção?” – respondi : “Se não acreditasse não estaria aqui na véspera do feriado de Tiradentes falando isto para vocês”.

Indignado , ainda, o rapaz continuou: “Porque acredita piamente?”. Eu não tive outra alternativa a não ser contar-lhe a minha experiência pessoal: “Olha, não existe coisa melhor do que vivenciar os dois lados da moeda; enquanto eu contratava pessoas, minha arrogância pessoal acreditava que a experiência vale mais do que um simples título que uma entidade qualquer possa lhe dar. A partir do instante que eu me coloquei na posição de buscar um emprego, descobri que quando uma pessoa de RH tem em suas mãos centenas de currículos, ela vai usar mecanismos de filtragem como terceiro grau, pós-graduação, idiomas e certificações. Foi o que eu disse durante a palestra inteira, não?! Pois é, então, a certificação abre-lhe a primeira porta. A segunda (lá com o especialista) você vai ter que vender seu peixe; aí, então, a experimentação começa a valer. Posso garantir-lhe com propriedade que fui eliminado de muitos processos por não ter a certificação e que meu telefone começou a tocar depois que me certifiquei”.

Eu não sei se ele acreditou ou não na minha história/vivência mas o fato é que muitos me procuram perguntando como está o mercado para profissionais de TI. Eu costumo responder que o mercado está como sempre esteve; a grande questão é se você está preparado para ir ao mercado de trabalho. Qual a sua empregabilidade? Você já se testou no mercado? Se você faz o que todo mundo faz, ótimo, mas isto não é diferencial. Como diz Max Gerhinger: Faça alguma coisa que só poucos fazem, aí, então, suas chances aumentam. Entendeu?

Ah! Mais uma coisa. No final da conversa com o rapaz, já no estacionamento, ele me confessou: “Sou especialista em AS/400, vim do Uruguai e trabalho na IBM há 11 anos. Não tenho terceiro grau em tecnologia e perdi umas boas chances dentro da organização por conta disto; Por isso estou de volta o mundo acadêmico. Certificação em ITIL faz parte do meu plano de carreira, por isso vim na sua palestra…”

Bacana, não?! Por estas e outras que eu gosto do mundo acadêmico. Sucesso para todos!!!

Últimos 5 artigos de Anderson Camargo

Sobre Anderson Camargo

De Campinas-SP, bacharel em Análise de Sistemas e pós graduado em Gestão Empresarial (MBA Executivo). Certificado em ITIL, atua como professor do curso de Ciência da Computação na Faculdade Anhanguera Educacional de Campinas.

Deixe uma resposta

4 pensamentos em “O Poder das Certificações em TI