Diferenças de sites Web Standards


Essa pergunta é muito difícil de ser respondida porque as diferenças entre um método e outro são gritantes. Essas diferenças afetam todas as pessoas envolvidas no projeto: começando na equipe de desenvolvimento. Aquela briga tradicional entre designer e programador acaba. Eles começam a trabalhar juntos no mesmo projeto, sem um atrapalhar o trabalho do outro.

O designer trabalhará sem tocar no código de programação, ficará apenas no código CSS, onde o programador não terá como estragar o layout do Designer. E dessa forma, com os dois trabalhando ao mesmo tempo, no mesmo projeto, o tempo de produção será diminuída.

Inclui os donos do negócio, já que há diversas economias no desenvolvimento do projeto e também em manutenções posteriores, bem como consumo de banda que é tão preciosa hoje em dia. E finalizando no usuário, que agora pode acessar o site usando a plataforma e o browser que preferir. Poderá acessar de seu Mac ou do seu Linux, usando Opera ou Konqueror. Ele terá controle.

O diferencial

Muitos desenvolvedores que vem aderindo e tendo seu caminho aberto pelos padrões web, hoje saber implementar um site usando os padrões é um diferencial e é um ponto que a empresa deve usar para valorizar seus produtos.

Felizmente se quisermos que a evolução seja mantida, não devemos parar com o pensamento de dever comprido, e isso não vai parar se os padrões se tornarem parte do pacote básico.

O que eu quero dizer é daqui um tempo, saber os padrões Web não será mais um diferencial e sim uma obrigação.

Agora você deve estar se perguntando então o que é diferencial. Produzir sites de acordo com os padrões não é mais coisa de outro mundo, oferecer um site rápido e compatível com o maior tipo de dispositivos será dever, na verdade já é.

Implementar um site correto é fácil. Implementar um site usando CSS e HTML bem estruturado em cima de código Python, PHP ou Ruby, já é outro patamar – o diferencial de hoje, mas que vai se tornar o pacote básico de amanhã – o diferencial hoje é simplesmente a maneira ágil de você conseguir se adaptar ao mercado e estar plugado com a maioria de novidades possíveis.

Por isso inove, você conseguiu inovar quando resolveu adotar os padrões, agora é só mais um passo adiante.

Os envolvidos

Isso não é novo, então relaxa porque você não vai ouvir algo de novo.

Como nós seres humanos somos diferentes, somos conquistados de maneiras diferentes por coisas diferentes. Conquistar uma pessoa é cada vez mais difícil, pois o leque de opções que você pode usar para conseguir isso é grande e grande mesmo, além de N números de possibilidades, você deve levar em conta todos os fatores que estão ao seu redor, pois você pode conquistar uma pessoa com algum que ela classifica como magnífico e simplesmente outra pessoa nem se quer liga para o que você está apresentando como argumentos.

Assim cada um dos argumentos deve ser adotada de maneira diferente na hora em que você vai adotar os Padrões.

O desenvolvedor quer saber quanto tempo ele vai economizar, tanto em linhas de código gerado como em banda de transferência.

O cliente quer saber se o site está funcionando no browser preferido dele, seja lá qual for.

Bom, o que eu quero dizer é que você não chegará para o chefe mostrando o quanto é bom criar um site com CSS e explicar milhões de tecnologias para ele, o que ele quer saber é a porcentagem dos clientes atingidos pelo fato do site funcionar em um número maior de browsers e dispositivos. Além de outras milhões de conceitos comerciais e de marketing (não vou me envolver porque só conheço simplesmente o necessário).

São abordagens diferentes para pessoas com pensamentos diferentes. Afinal todos precisamos nos preocupar com os padrões, mas de formas diferentes.

As vantagens alcançam a todos os envolvidos, não apenas a um grupo limitado, pois todos ganham e tem suas vantagens específicas, mas você sim deve se preocupar com os padrões em todos os pontos de vista, pois é você mesmo que vai precisar convencer todo o pessoal acima sobre os pontos fortes dos Padrões Web. Ou achou que seria fácil?

Nova perspectiva

Com a moda WEB STANDARDS alguns pontos ganham mais atenção. Acessibilidade, Compatibilidade.<

“Esses e vários outros assuntos ganharam uma ótima oportunidade para ganharem destaque e se tornarem indispensáveis na vida do desenvolvedor. O Padrões Web em si já trazem boa parcela destes focos à tona. Já é sabido que um site que segue os Padrões é muito mais acessível e tem maior compatibilidade do que sites convencionais. Já está na natureza dos Padrões, trazer certas vantagens ao site. Mesmo assim a mentalidade das equipes mudou junto com a abordagem de desenvolvimento. Atualmente, equipes se preocupam muito mais com pontos de Acessibilidade e Usabilidade do que a alguns anos atrás, quando o web designer era sinônimo de canivete suíço.

A especialização se tornou (ou está se tornando) algo importante.

O desenvolvedor que absorve a ideia dos Padrões Web muda seu nível de desenvolvimento, passando de apenas um “fazedor de sites” para um profissional, que se preocupa com o bem estar do usuário e também com a produtividade em seu trabalho. Ele se preocupa com a experiência do usuário em todos os sentidos, mantendo o bom andamento do negócio.

Esta mudança de pensamento é comum. Você consegue dar espaço para fazer muito mais do que fazia antes. Abre portas para possibilidades a muito esquecidas. Consegue enxergar o desenvolvimento para web de um ângulo diferente. Mais inteligente. Melhor.”

Últimos 5 artigos de Tiago Souza

Sobre Tiago Souza

De Campinas-SP, bacharel em Ciência da Computação pela Anhanguera Educacional. Técnico em Processamento de Dados pelo Cotuca é desenvolvedor Web e trabalhou dois anos com desenvolvimento PHP e Java. Atualmente trabalha como desenvolvedor .Net (C#). Utilizando metodologia SCRUM, Também desenvolve aplicativos para Android por prazer.

Deixe uma resposta